Ao vivo
Fofocalizando

Rodrigo Faro rebate acusação de falsificar documentos para obter cidadania italiana

Jornal da Itália aponta esquema de corrupção que envolve brasileiros famosos e o nome do apresentador estaria no meio

Foto de Rodrigo Faro

há 20 dias

Rodrigo Faro se viu em meio a uma grave acusação nesta segunda-feira (27). Segundo o jornal italiano RaiNews, o apresentador e sua esposa, Vera Viel, teriam falsificado documentos para obter cidadania italiana.

A investigação, que já prendeu seis pessoas, aponta para um esquema de corrupção internacional, onde o nome do casal teria sido encontrado em documentos relacionados a um sistema para a compra de passaportes e residência italiana, com a falsa informação que residiam na cidade de Vilaricca, mesmo que nunca tenham ido até tal cidade.

Rodrigo Faro e Vera Fiel
Rodrigo Faro e Vera Viel  (Reprodução/Instagram)

+Angélica fala sobre possibilidade de abrir o relacionamento com Huck

+Anitta revela que está buscando affairs ricos: "Cansei de sustentar homens"

Também foram citados como envolvidos alguns empresários de joias de São Paulo e o jogador Bruno Duarte da Silva, do time português Farense.  O caso ainda está em investigação.

Após notícia movimentar o mundo dos famosos, Rodrigo Faro se pronunciou sobre as acusações nas suas redes sociais. Leia a nota completa:

"Rodrigo através de seus advogados aqui no Brasil forneceu toda a documentação necessária, comprovou laços com seus descendentes na Itália e o processo foi aprovado e os passaportes foram concedidos.

Hoje pela manhã, dia 27 de maio de 2024, Rodrigo, bem como qualquer outro cliente que tenha contratado os serviços do referido escritório, foi pego de surpresa com o suposto envolvimento deles num esquema de corrupção para obtenção de cidadania e passaporte italiano.

As matérias repercutidas na imprensa brasileira deixam claro que Rodrigo e sua esposa foram citados como beneficiários do esquema, ou seja, foram vítimas desse escritório e de sua equipe, uma vez que contrataram o serviço de uma empresa supostamente legal, idonea e que seguia com os procedimentos de acordo com as leis italianas. Prova disso é que o processo foi aprovado e os passaportes foram emitidos.

Rodrigo já acionou seus advogados aqui no Brasil para que todo esse mal entendido seja resolvido e para que os devidos responsáveis por esse suposto esquema de corrupção sejam devidamente punidos."

Veja também