Ao vivo

Felipe Araújo comenta diagnóstico de autismo do filho Miguel

Em entrevista para a apresentadora Eliana, Felipe Araújo falou sobre o diagnóstico de autismo do seu filho Miguel

Felipe Araújo comenta diagnóstico de autismo do filho Miguel

Redação

25/02/2024

A apresentadora Eliana foi até Vitória (ES) para visitar o cantor Felipe Araújo e durante o Programa Eliana, o artista se reuniu com a família e o filho Miguel que recebeu o diagnóstico de autismo.

O tema autismo tem ganhado cada vez mais destaque e a informação é a melhor forma de combater o preconceito. O número de novos casos tem aumentado nas últimas décadas, principalmente pelo maior acesso à população pelo diagnóstico. A atriz Letícia Sabatella, o empresário bilionário Elon Musk e a cantora australiana Sia, foram alguns dos famosos que descobriram ser do espectro autista já na fase adulta. Além de Felipe Araújo, que fala abertamente da vida do filho, o apresentador Marcos Mion também é um pai exemplar que lida muito bem com o assunto, o Romeu, hoje com 18 anos, se tornou querido nas redes sociais, ao mostrar momentos da sua rotina em família.

+ Programa Eliana: Felipe Araújo, o sucesso da nova geração sertaneja, expõe a intimidade no namoro e revela novos projetos

"Quando a gente recebeu o diagnóstico de autismo do Miguel, inclusive, foi um acerto muito grande da mãe do Miguel, por ser psicóloga e por trabalhar na área também, quando a gente recebeu o diagnóstico, ele tinha 1 ano e 8 meses, foi muito cedo e isso possibilitou que a gente começasse mais cedo todos os tratamentos e todos os estímulos, isso foi muito importante para o desenvolvimento do Miguel... A gente decidiu falar mais abertamente sobre isso para conscientizar os pais e várias mães pelo Brasil e mundo afora, que às vezes não aceitam, que ficam na negação do diagnóstico e mostrar para todo mundo que autismo é amor. O Miguel é a criança mais carinhosa e mais perfeita do mundo e a gente veio para tentar quebrar esse tabu, porque quanto mais cedo a criança for estimulada e passar todos os tratamentos, melhor para o futuro dessa criança quando ela tiver adulta", alega Araújo.

Veja também